Arquivo | Na Prateleira RSS feed for this section

Na prateleira: A bíblia da costura – passo a passo de técnicas para fazer roupas e acessórios

10 jan

Este livro ganhei de surpresa do meu pai enquanto ainda morava em Recife e estava no começo da faculdade! Minha máquina foi herança da minha mãe <3 e logo depois deles mandarem ela para Recife por uma amiga, chegou o livro pelos correios! Nem preciso dizer que fiquei mega feliz, né?!

20131130-190128.jpg

Apesar de ter criado um trauminha de costura, esse livro da Seleções – Reader’s Digest, é bem útil para entender as técnicas e sempre consultar quando é preciso, pois inclui orientação bem detalhadas, ilustrações, técnicas essenciais, além de dicas para agilizar o processo e sugestões criativas e exclusivas! ; )

20131130-190135.jpg

O livro aborda bastante coisa (até alfaiataria!!!),  possui explicação sobre equipamentos, tecidos, cortes, ensina a fazer os pontos e costuras, mostrando como aplicar – tem uns projetos com molde e tudo! – com acabamentos de decotes e golas, cinturas e cintos, mangas e acabamentos para mangas, bolsos, bainhas, fechos – ziper e casas de tudo quanto é tipo – alfaiataria e trabalho com retalhos e matelassê (oi, Chanel!).

Livros de costuras são bem difíceis de achar, tem pouco bibliografia nesta área, por isso sempre indico este que acho bem completo, bem ilustrado e bom para consultas.

Como esse é um livro muito prático, não muito o que fazer, achei melhor colocar umas fotos para mostrar o método que eles usam! A parte teórica sobre tecidos, equipamentos, cortes e os tipos de cada peça de costura, consultei muito durante a faculdade, tanto para os trabalhos teóricos quanto os práticos!

20131130-190141.jpg

20131130-190147.jpg

20131130-190200.jpg

20131130-190155.jpg

O que acharam?!

Na prateleira: Fashion Design – manual do estilista

3 dez

Está começando dezembro, isso quer dizer que é hora de mais uma resenha! : )

O livro de hoje eu super indico para quem está começando no mundo da moda, mas ainda não conhece bem os setores e possibilidades! Comprei este livro no mês que me matriculei na FBV, queria chegar em Recife tendo pelo menos uma noção do que me esperava, posso dizer que foi uma excelente ideia!

20131130-185349.jpg

Fashion Design, manual do estilista – Sue Jenkyn Jones. O livro possui 7 capítulos, além da introdução e de uns “bônus” ; )

I – Contexto

II – Da confecção ao mercado

III – O corpo

IV – Cor e tecido

V – No ateliê

VI – O projeto

VII – A coleção final… e além

“bônus”: glossário, endereços úteis no exterior, tecidos e fontes, escolas de moda no exterior, museus e galerias no exterior, livros e filmes, lojas e fornecedores no exterior, termos de corte e costura, além de dicas de leituras complementares.

O livro começa com uma linha do tempo da moda que é muito bacana para situar de forma fácil e acessível os acontecimentos e estilistas mais marcantes, além da silhueta do período. Em seguida, os usos das roupas, onde aborda a utilidade, decência, indecência, ornamentação, diferenciação simbólica, filiação social e auto-aprimoramento psicológico; critérios práticos como preço, qualidade, caimento, conforto, relevância, marca, conveniência e serviço.

20131130-185357.jpg

Aborda-se também a linguagem da moda, seu contexto global, as capitais da moda, faz um panorama histórico das confecções e explica os setores e profissionais desta área, sem esquecer do mercado, marcas, direitos autorais, precificação, etc.

No capítulo sobre o corpo são trabalhados os princípios do design, você também encontrará dicas e proporções para desenho e ilustração, sem esquecer do uso do computador, vetores e tal. No capítulo seguinte, é a vez das cores e tecidos, fibras, ciclo da moda e feiras de tecido.

No ateliê, equipamento básico, como tirar medidas, desenho e moldes, várias dicas de costura, moulage e modelagem. O projeto,  explica o que é o projeto, tipos de projeto, metas e objetivos, orienta passo-a-passo o projeto. E a tão esperada coleção final, dicas para o desfile da faculdade que são usadas para todos os seguintes, montagem de portfólio,  é neste capitulo que são abordadas as diversas áreas do mundo da moda, dicas para a busca de estágios, como se comportar na entrevista de emprego, etc.

Acho uma excelente referência para quem está iniciando e quer entender melhor os processos e possibilidades da moda com uma linguagem super simples e nada cansativa. Gosto da ordem cronológica do livro, como o conhecimento vai sendo construído, faz muito sentido. Alguém mais já leu?! O que achou?! ; )

20131130-185404.jpg

20131130-185410.jpg

Na prateleira: Moda e identidade: a construção de um estilo próprio

6 nov
Gente, que difícil escolher o livro que inaugurará as indicações e resenhas mensais! 
Entre várias opções acabei escolhendo um dos primeiros livros que li na faculdade, Moda e identidade: a construção de um estilo próprio, de Airton Embarcher.
Como li esse livro na faculdade, peguei na biblioteca, então fico defendo fotos dele, tá?! : (

] Como li esse livro na faculdade, peguei na biblioteca, então fico defendo fotos dele, tá?! : (

Existem diversos livros sobre estilo, biotipo e tal, mas a proposta desse aqui é ir um pouco além disso, sabe?! É entender como o meio que vivemos interfere em nossa identidade, e vice-versa, resultando na construção do nosso estilo pessoal. Não está entre os meus preferidos, mas é interessante como leitura inicial no tema, o aprofundamento virá em outras referências.
De forma clara e objetiva, o livro se divide em 4 capítulos que buscam entender como o vestuário se insere na construção da nossa identidade e por ela é construído. Sendo o indivíduo capaz de construir seu próprio estilo, alcançado com sua história de vida, suas experiências, para ser vivido em seus papéis sociais e se tornar um representante de si mesmo.
Primeiramente o autor define o conceito de identidade abordado no livro e depois é traçada a relação entre roupa e moda e sua trajetória no tempo e espaço.
A segunda etapa diz respeito a uma pesquisa qualitativa realizada por
Embarcher com 10 mulheres jovens. O resultado é analisado e serve como base dos apontamentos da teoria defendida, ilustrando como a moda participa da construção da identidade e  como a busca por um estilo autônomo torna o indivíduo o representante de si mesmo.
Ao decorrer do livro, o autor defende a ideia de que o indivíduo deve buscar a autonomia, a emancipação, mas deixa claro que há a presença das influências externas nesse processo, já que a identidade é construída na libertação e interação.  Ou seja, a busca do estilo próprio, a forma única de cada um se expressar por meio das vestimentas e a libertação da ideia de moda como escravizadora, das tendências padrão que deixam todos com a mesma aparência.
Segue a linha do que defendemos muito por aqui: menos consumo, mais diversão com a moda! Menos imposição, mais leveza e ousadia na descoberta do seu jeito de vestir a tendência! E como defendem as consultoras de estilo Cris e Fê da Oficina de Estilo: menos consumo, mais autoestima! : )
O que acharam?!
Título: Moda e identidade: a construção de um estilo próprio
Autor: Airton Embacher
Editora: Anhembi Morumbi
Ano: 1999
ISBN: 8587370014, 9788587370013
Páginas: 128
Preço: a partir de R$23,00