Arquivo | Estudos RSS feed for this section

A ausência e um intercâmbio

13 dez

Gente, em menos de dez dias estarei realizando um sonho de anos! Fiquei meio ausente pois estava trabalhando muito na CMAJU, muitas encomendas de doces (oba!) e tchan tchan tchan…. Preparando meu intercâmbio!

20131213-141802.jpg

Esse é meu primeiro (espero ter outros), quando adolescente e estudava na Cultura Inglesa, sonhava em participar das viagem promovidas pela escola, mas nunca dava certo, motivos mil, dinheiro, idade, etc! Maaaas agora, grandinha, trabalhando e juntando todo dinheirinho possível, decidi que faria um intercâmbio! A primeira ideia foi uma viagem com a UNIT PÓS para os EUA, cheguei até a me matricular, mas depois colocando na ponta do lápis e levando em consideração que EUA está entre minhas últimas opções, resolvi fazer a pesquisa de um intercâmbio inteiro para o local que tanto sonhava, procurei muuuuito na net, entrei em contato com diversas agências – que quiser fazer, pesquise bem e leve cada detalhe em consideração na hora de escolher, no meu caso, ganhou o atendimento da STB Aracaju!

Então, indico dar uma passadinha na STB, o preço é bacana e o atendimento é sem igual! Maravilho! Sempre muito educados, atenciosos, prestativos, com ótimas dicas e sugestões, vale a pena! Foi isso que me fez decidir ir por intermédio deles e posso dizer, ainda não cheguei, mas não me arrependo! Fizeram até um pré-embarque no qual deram uma pastinha com toda documentação, tags de malas, saquinho tipo ziploc – super útil! Lá explicaram passo a passo como seria da imigração até o primeiro dia de aula, um pouco de tudo que encontraremos por lá, trocamos exemplos e experiências pessoais, foi bem bacana! Me senti mais confiante sabe?!

Quando procurei a STB, conheci o Fernando que me orientou e ajudou a decidir todos os detalhes da viagem. Começamos com a ideia de Dublin e terminamos em Newcastle Upon-Tyne ! Cidade gelada, mas de pessoas calorosas, bem no norte da Inglaterra! Escolhemos a escola, ficarei em casa de família por lá, comprei o seguro do ISIC, carteira de estudante internacial, cashpassaport (cartão de crédito pré-pago), transfer, passagens aéreas, tudo muito certinho e responsável! Indico mil vezes e esse não é um post pago, é sim, de uma cliente muito satisfeita!

20131213-142212.jpg

Fernando foi tão atencioso que fez reservar e também orientou meus pais para a viagem que eles farão! E ajudou em tudo da esticadinha da viagem que darei! ; )
Todos os detalhes da viagem ele participou, eu pesquisava, pesquisava e pesquisava na net e chegava lá com um monte de papel e perguntas, conversando resolvíamos tudo!

Já falei demais, sei que ainda falarei muito, hoje só queria dividir essa alegria com vocês, justificar a ausência e incentivar quem tem vontade de fazer intercâmbio! Ainda não cheguei lá, mas até agora está sendo bem gostoso, uma ansiedade boa, se é que existe kkkkkkkk

O bônus da minha viagem?! Passar uns dias com minha amiga que estou com uma saudade danada! Lerd, to chegando e levando o miojo! Kkkkkk

Imagens – Google Images

Anúncios

Na prateleira: Fashion Design – manual do estilista

3 dez

Está começando dezembro, isso quer dizer que é hora de mais uma resenha! : )

O livro de hoje eu super indico para quem está começando no mundo da moda, mas ainda não conhece bem os setores e possibilidades! Comprei este livro no mês que me matriculei na FBV, queria chegar em Recife tendo pelo menos uma noção do que me esperava, posso dizer que foi uma excelente ideia!

20131130-185349.jpg

Fashion Design, manual do estilista – Sue Jenkyn Jones. O livro possui 7 capítulos, além da introdução e de uns “bônus” ; )

I – Contexto

II – Da confecção ao mercado

III – O corpo

IV – Cor e tecido

V – No ateliê

VI – O projeto

VII – A coleção final… e além

“bônus”: glossário, endereços úteis no exterior, tecidos e fontes, escolas de moda no exterior, museus e galerias no exterior, livros e filmes, lojas e fornecedores no exterior, termos de corte e costura, além de dicas de leituras complementares.

O livro começa com uma linha do tempo da moda que é muito bacana para situar de forma fácil e acessível os acontecimentos e estilistas mais marcantes, além da silhueta do período. Em seguida, os usos das roupas, onde aborda a utilidade, decência, indecência, ornamentação, diferenciação simbólica, filiação social e auto-aprimoramento psicológico; critérios práticos como preço, qualidade, caimento, conforto, relevância, marca, conveniência e serviço.

20131130-185357.jpg

Aborda-se também a linguagem da moda, seu contexto global, as capitais da moda, faz um panorama histórico das confecções e explica os setores e profissionais desta área, sem esquecer do mercado, marcas, direitos autorais, precificação, etc.

No capítulo sobre o corpo são trabalhados os princípios do design, você também encontrará dicas e proporções para desenho e ilustração, sem esquecer do uso do computador, vetores e tal. No capítulo seguinte, é a vez das cores e tecidos, fibras, ciclo da moda e feiras de tecido.

No ateliê, equipamento básico, como tirar medidas, desenho e moldes, várias dicas de costura, moulage e modelagem. O projeto,  explica o que é o projeto, tipos de projeto, metas e objetivos, orienta passo-a-passo o projeto. E a tão esperada coleção final, dicas para o desfile da faculdade que são usadas para todos os seguintes, montagem de portfólio,  é neste capitulo que são abordadas as diversas áreas do mundo da moda, dicas para a busca de estágios, como se comportar na entrevista de emprego, etc.

Acho uma excelente referência para quem está iniciando e quer entender melhor os processos e possibilidades da moda com uma linguagem super simples e nada cansativa. Gosto da ordem cronológica do livro, como o conhecimento vai sendo construído, faz muito sentido. Alguém mais já leu?! O que achou?! ; )

20131130-185404.jpg

20131130-185410.jpg

Na prateleira: Moda e identidade: a construção de um estilo próprio

6 nov
Gente, que difícil escolher o livro que inaugurará as indicações e resenhas mensais! 
Entre várias opções acabei escolhendo um dos primeiros livros que li na faculdade, Moda e identidade: a construção de um estilo próprio, de Airton Embarcher.
Como li esse livro na faculdade, peguei na biblioteca, então fico defendo fotos dele, tá?! : (

] Como li esse livro na faculdade, peguei na biblioteca, então fico defendo fotos dele, tá?! : (

Existem diversos livros sobre estilo, biotipo e tal, mas a proposta desse aqui é ir um pouco além disso, sabe?! É entender como o meio que vivemos interfere em nossa identidade, e vice-versa, resultando na construção do nosso estilo pessoal. Não está entre os meus preferidos, mas é interessante como leitura inicial no tema, o aprofundamento virá em outras referências.
De forma clara e objetiva, o livro se divide em 4 capítulos que buscam entender como o vestuário se insere na construção da nossa identidade e por ela é construído. Sendo o indivíduo capaz de construir seu próprio estilo, alcançado com sua história de vida, suas experiências, para ser vivido em seus papéis sociais e se tornar um representante de si mesmo.
Primeiramente o autor define o conceito de identidade abordado no livro e depois é traçada a relação entre roupa e moda e sua trajetória no tempo e espaço.
A segunda etapa diz respeito a uma pesquisa qualitativa realizada por
Embarcher com 10 mulheres jovens. O resultado é analisado e serve como base dos apontamentos da teoria defendida, ilustrando como a moda participa da construção da identidade e  como a busca por um estilo autônomo torna o indivíduo o representante de si mesmo.
Ao decorrer do livro, o autor defende a ideia de que o indivíduo deve buscar a autonomia, a emancipação, mas deixa claro que há a presença das influências externas nesse processo, já que a identidade é construída na libertação e interação.  Ou seja, a busca do estilo próprio, a forma única de cada um se expressar por meio das vestimentas e a libertação da ideia de moda como escravizadora, das tendências padrão que deixam todos com a mesma aparência.
Segue a linha do que defendemos muito por aqui: menos consumo, mais diversão com a moda! Menos imposição, mais leveza e ousadia na descoberta do seu jeito de vestir a tendência! E como defendem as consultoras de estilo Cris e Fê da Oficina de Estilo: menos consumo, mais autoestima! : )
O que acharam?!
Título: Moda e identidade: a construção de um estilo próprio
Autor: Airton Embacher
Editora: Anhembi Morumbi
Ano: 1999
ISBN: 8587370014, 9788587370013
Páginas: 128
Preço: a partir de R$23,00

Woods – Um Editorial de Moda

21 out

Como vocês gostaram da abordagem das áreas de atuação do profissional de moda, quando falamos sobre o Produtor de Moda e suas habilidades e sobre o evento Outubro Fashion. Hoje, vou mostrar um pouquinho dos bastidores de um editorial de moda exemplificando com um trabalho realizado no mês passado para o blog, quentinho, saindo do forno para vocês! Espero que gostem ; )

O Editorial de Moda “vende” um conceito, uma determinada tendência, coleção, marca, etc. Composto de imagens, o editorial é fruto de estudo e muito trabalho em equipe! São imagens que mexem com nosso imaginário, elaboradas de maneira artística, não apenas comercial, trazendo o encantamento e a fantasia da moda. Porém, para quem trabalha no backstage de um editorial não há nenhum glamour! Geralmente, participam desse processo o produtor de moda, o fotógrafo, o produtor de beleza – cabeleireiro e maquiador, o stylist e o assistente.

Quem é cada um:

Making off Editorial de Moda - Brega Night

Making off Editorial de Moda – Brega Night

Os produtores vão em busca das locações, autorizações, contato com as lojas que cederão as roupas e acessórios, além de selecionar a equipe e trazer o conceito a ser abordado, o objetivo da produção, o que se quer passar, para, então, montar-se um briefing que guiará os profissionais em suas áreas.

Muitas vezes o produtor e o styling são a mesma pessoa. Cabe ao styling montar o visual das modelos, aquelas combinações inusitadas e muito interessantes – vem daí o “Truque de Styling” que dizemos quando há algo de diferente e lindo no look de alguém. Já o assistente é o “pau para toda a obra”, está pronto para resolver os pepinos de última hora e auxilia o produtor e o stylist, algumas vezes sendo ele o responsável pelo cenário, lanche das modelos, etc.

O fotógrafo vai transformar esse conceito em imagens por meio de suas lentes, pensando no jogo de luzes, cores, ângulos, muitas vezes auxilia o produtor na escolha da locação e guia as poses das modelos para o melhor ângulo. Geralmente é o próprio fotógrafo que edita suas imagens, retirando ruídos e deixando o que de fato interessa – esse é aquele momento crucial do cuidado com o photoshop! : p

O produtor de beleza cuidará da beleza (oi?! alguma dúvida?!), podendo ser a mesma pessoa responsável tanto pelo cabelo quanto pela maquiagem ou pode haver mais de um profissional. E a/o modelo – dispensa apresentações, não é?! Lembrando que o casting deve ser adequado a proposta da sessão de fotos.

Woods – é o nosso Primeiro Editorial de Moda para o Note de Mode e a equipe foi composta por:

Produção: Tarlis Belém e Taísa Belém

Styling, Make e Cabelo: Tarlis Belém

Modelo: Tarlis Belém

Cenografia: Taísa Belém

Fotografia: Zak Moreira

Confiram o resultado:

Edi 3

Edi 7

Edi 2

Edi 9

Edi 1

Edi 8

Edi 5

Edi 4

Edi 6

Gostaram?! Foi feito com muito carinho para vocês e no próximo a equipe irá crescer!

Produção e Styling

25 set

A Produção de Moda e  o Styling estão entre os setores da moda que mais gosto de trabalhar e que mais me encantam! Tanto que o estudo do meu TCC resultou em um Editorial de Moda – “BREGA NAITE: estética, comportamento e consumo – a inspiração para um Editorial de Moda”.

Making off Editorial de Moda - Brega Night

Making off Editorial de Moda – Brega Night

Para Sue Jenkyn Jones, em Fashion Design, o produtor de moda “não é um um estilista, mas um intérprete da moda que produz o visual para uma sessão de fotos – seja interpretando o que o editor quer ou por conta própria” (2005).

Responsável por captar a essência necessária para determinada sessão de fotos, lookbook, editorial, filme publicitário, desfile ou evento, o produtor de moda dá continuidade ao trabalho do designer de moda ou estilista.

20130921-142207.jpg

Catálogo para representação da marca mineira AM420NIA em Recife/PE – mais sobre ele em outra postagem

A consultora de moda, Manu Carvalho, diferencia o produtor de moda do styling assim:  “Produtor fica na rua, visita lojas, carrrega sacolas, faz devoluções” enquanto “o stylist é quem busca as referências, cria uma imagem e opina no resultado final da produção, ‘dá o tom’ no trabalho”, veja mais em Chic.

Estar pronta para o que vier ; )

Estar pronta para o que vier ; )

Eficiência, experiência, acervo de conhecimento e imagens (cinema,fotografia, viagens…) são fundamentais para essa área, além de organização, planejamento e capacidade de improvisar, noções básicas de foto, cabelo, maquiagem e muitos truques de styling ; )

6

oficina-de-styling-3

Montar briefing em equipe é sempre mais prazeroso e criativo!

O site Chic listou os pré-requisitos, confira:

1. Você tem mais facilidade em executar os trabalhos se é extrovertida.
2. É preciso ser comunicativa, articulada, objetiva e clara.
3. Persuasão é fundamental, principalmente na hora de conseguir as “peças mais desejadas e disputadas”.
4. Responsabilidade, organização e comprometimento são essenciais, como em todas as outras profissões.
5. Exercite a sua criatividade. Lembre-se que se conseguir boas peças e solucionar problemas, o stylist fará um bom trabalho e confiará mais em você.
6. É necessário ter timing: pense nas datas desde o ínicio até o fim, antes de iniciar ou se comprometer com um trabalho.
7. Gostar de moda é fundamental!

E acrescento, estudar!!!

crepando-sapatos

Aprendendo a crepar sapatos com Camila Ferza

Querem se arriscar?!

Moda e Beleza no 3 e meio

3 set

Lembram que eu já falei de uma oficina maravilhosa de Produção de Moda que fiz com a Stylist Camila Ferza?! A Cami é um doce, a oficina é super interativa e ela tem muita experiência para dividir. Quem está em Recife e tem interesse nessa área terá a oportunidade de fazê-la nos dias 16, 18, 20 e 21 de setembro no Espaço 3 e meio com aula teórica e prática.  Vale MUITO a pena! ; )

“O curso visa preparar o aluno para atuar no mercado de criação de imagem, desde a pesquisa e a produção, até sua realização e finalização. Será abordada a pesquisa criativa, tendências de moda e comportamento, e a prática da construção de editorial para revistas e outros meios de comunicação”. Mais informações aqui. 

prod moda

 

 

Minha turma!

Minha turma!

 

Na semana anterior a fica é para as fãs de beleza, um curso de automaquiagem com Guiggo Cavalcanti – especialista em maquiagem HD. Com objetivo de aprimorar técnicas de automaquiagem , esclarecendo mitos e facilitando a aplicação da maquiagem no dia a dia da mulher, o curso tem carga horária de 3h e acontecerá no dia 10 de setembro às 19h. Mais informações aqui.

 

auto make

 

 

Já na semana seguinte, nos dias 26, 27 e 28 de setembro, o curso é para quem quer por a mão na massa e criar acessórios artísticos ministrado pelo artista Flammarion Vieira. Entre os objetivos estão descobrir novas possibilidades de usos de materiais e técnicas para confecção de detalhes, adereços, fechos, alças, tiras; praticar e criar protótipos usando as técnicas de assemblagem;  inspiração para temas e conceitos para novas coleções. Mais informações aqui.

 

criacacao

 

Setembro mês recheado de moda no  Espaço 3 e meio. Não percam! : )

Práticas de Personal Stylist

6 ago

Agosto, para muitos o mês do desgosto, para mim sempre foi um mês de muito gosto. Talvez por ser o mês do meu aniversário e de pessoas muito queridas, sempre foi um mês de muitos começos e recomeços! O deste ano não poderia ser diferente, né?!

O mês começou com a primeira turma do Práticas de Personal Stylist, curso de 8h promovido pela APE Soluções nos dia 02 e 03. Gente, foi maravilhoso! Adorei a experiência de poder dividir conhecimento e experiência com uma turma tão bacana e participativa <3

Vejam um pouquinho do que rolou só para deixar com água na boca por lá:

20130805-110547.jpg

Aguardando a turma para o primeiro encontro

20130805-111237.jpg

O segundo dia foi animação total, super dinâmico com diversas atividades práticas! Entre elas, um closet super variados para que a turma – dividida em grupos – montasse looks ilustrando tudo que abordando no primeiro encontro.

20130806-104815.jpg

20130806-104857.jpg

20130806-104955.jpg

colocando a mão na massa!

20130806-105105.jpg

alguns grupos entraram de cabeça na atividade e vestiram os looks

20130806-105158.jpg

um pouco do produzido

20130806-105246.jpg

mais looks

20130806-105343.jpg

turma querida! vocês foram ótimos : *

Já falei isso no sábado, mas vale repetir, muito obrigada a todos que se inscreveram, a Paulinha da APE Soluções que com muito cuidado ajudou para que o trabalho fosse realizado da melhor forma possível, ao Arthur da Neoworking que deu todo apoio e estrutura necessária para que o curso fluísse muito bem!

Adorei! Nos vemos nos próximos :*